João Bosco se apresenta em Nova Friburgo dentro da programação do Rio Montreux Jazz Festival

Rodolfo Gomes
4 Min Read

Seguindo seu compromisso de levar a boa música para o público, o Rio Montreux Jazz Festival abre o ano de 2024 com um grande show do mestre João Bosco na cidade de Nova Friburgo, conhecida como a “Suíça Brasileira”, na região serrana do Rio de Janeiro. Um dos maiores nomes da música brasileira, o artista mineiro traz os grandes sucessos de sua carreira com um show carregado de história e emoção, com a promessa da apresentação pela primeira vez ao público do seu novo single, O Canto da Terra Por Um Fio.

A abertura será com Liz Rosa, cantora potiguar radicada em Nova York, que ao lado do pianista Adaury Mothé fará uma homenagem aos 50 anos do álbum “Elis & Tom”, de Elis Regina e Tom Jobim. No repertório, além dos clássicos presentes no álbum como “Só tinha de ser com você”, “Retrato em branco e preto” e “Chovendo na roseira”, além de outras grandes composições. 

O show acontece no sábado, dia 13 de janeiro, no Nova Friburgo Country Clube – Av. Conselheiro Július Arp, 140.

  • 20h- Abertura dos portões
  • 21h – 50 anos de “Elis & Tom” com Liz Rosa e Adaury Mothé
  • 22h – João Bosco

Ingressos – vendas online no GuichêWeb

Inteira R 120 – Meia R 60

Taxa de serviço – 10% nas vendas online

Pontos físicos de venda – sem taxa de serviço

  • Secretaria do Nova Friburgo Country Clube (Av. Conselheiro Július Arp, 140)
  • Loja South (Praça Pres. Getulio Vargas, 84).

Lote único – Cadeiras não numeradas, ocupação por ordem de chegada

Sobre o Rio Montreux Jazz Festival

O festival teve sua 3ª edição no país em outubro de 2023 com shows no Parque Bondinho Pão de Açúcar, Morro da Urca, e mais de 30 apresentações gratuitas na Orla do Rio de Janeiro, e Forte de Copacabana. Um dos fortes compromissos do evento é a acessibilidade, levar a boa música a um público amplo e diverso, buscando novos espaços. Seguindo o modelo conhecido mundialmente do Montreux Jazz Festival, criado em 1967 na Suíça, o evento sempre tem em seu line up nomes consagrados assim como espaço para novos talentos que começam a trilhar seus caminhos na música. Também conta com a participação de instituições que utilizam a música como forma de educação, acessibilidade e inclusão social.

A direção geral e curadoria do Rio Montreux Jazz Festival é do produtor musical Marco Mazzola.

A CLARO e o Governo do Estado do Rio de Janeiro, com a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, apresentam o Rio Montreux Jazz Festival, com patrocínio global da Julius Baer e patrocínio de Mastercard, The Genglivet e Salomão Advogados.  O evento tem apoio do Fairmont Rio Copacabana, Shopping Leblon, Novotel, Swiss International Airlines, 15º Cartório de Notas e Parque Bondinho Pão de Açúcar®, Embaixada e Turismo da Suíça. A Eletromídia e a Paradiso Rio FM são mídia partner. A realização é da MZA Music com correalização da Gael.

Share this Article