Mestre em saúde pública global pela University of Limerick, Dr. André Evaristo Marcondes fala sobre prevenção da lombalgia

Luca Moreira
13 Min Read
Dr. André Evaristo Marcondes

Dr. André Evaristo Marcondes, renomado ortopedista especializado em coluna, é um profissional com sólida formação e vasta experiência. Mestre em Saúde Pública Global pela University of Limerick (Irlanda), possui especialização em Cirurgia de Coluna, Ortopedia e Traumatologia, além de graduação em Medicina pela Universidade de Marília.

Com uma trajetória acadêmica e profissional exemplar, o Dr. Marcondes é preceptor do Grupo de Coluna do Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Faculdade de Medicina do ABC. Sua dedicação à excelência é evidenciada pelo reconhecimento como membro da North American Spine Society (NASS), Sociedade Brasileira de Coluna (SBC) e Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT).

Com residência médica no Hospital do Servidor Público Municipal (SP), o Dr. André Evaristo Marcondes atualmente oferece seus serviços no Núcleo de Medicina Avançada do Hospital Sírio-Libanês, AACD e no Grupo C.O.T.C. Centro de Ortopedia, Traumatologia e Coluna. Sua expertise e comprometimento fazem dele uma referência no cuidado com a saúde da coluna.

Doutor Marcondes, como o calor intenso do verão pode influenciar o surgimento ou a intensificação da lombalgia?

Em relação ao impacto direto do calor intenso do verão sobre a lombalgia, não há evidências claras que associem temperaturas mais elevadas ao aumento do risco de dor lombar. É importante considerar que fatores individuais podem influenciar a percepção da dor, incluindo a tolerância ao calor e a atividade física realizada durante o verão. Atividades como carregar malas pesadas, permanecer muito tempo dirigindo ou em viagens longas, e o uso inadequado de calçados em atividades ao ar livre, como caminhadas ou corridas na praia, podem contribuir para o surgimento ou intensificação da lombalgia. É importante atentar-se à postura, utilizar calçados apropriados e fazer pausas durante viagens longas.

*Referências: Beilken K, Hancock MJ, Maher CG, Li Q, Steffens D. Pain Med. 2017 Jun 1;18(6):1139-1144. Doi: 10.1093/pm/pnw126. Pain Med. 2017. PMID: 27980016 Clinical Trial. Effect of thermal therapy and exercises on acute low back pain: a protocol for a randomized controlled trial. BMC Musculoskelet Disord. Disponível em: https://bmcmusculoskeletdisord.biomedcentral.com/articles/10.1186/s12891-019-2403-1

Quais são os descuidos mais comuns que as pessoas têm durante o verão que podem desencadear desconforto na região lombar, mesmo naquelas que não têm histórico de problemas na coluna?

Alguns descuidos comuns no verão que podem provocar lombalgia incluem ganho de peso devido ao consumo excessivo de alimentos e bebidas, quebra da rotina de exercícios físicos, levantamento de pesos excessivos, passar muito tempo sentado em viagens, e dormir em locais onde o corpo não está adaptado. Além disso, o uso inadequado de calçados e a falta de preparação física para atividades esportivas são fatores de risco. Atividades físicas intensas ou inadequadas, como levantamento de pesos sem preparo ou posturas inadequadas ao sentar-se ou dormir, são fatores de risco comuns para o surgimento de lombalgia, especialmente no verão. A desidratação, comum nesta estação, também pode contribuir para a tensão muscular e desconforto na região lombar. É crucial manter uma hidratação adequada e evitar sobrecargas na coluna durante atividades de lazer ou exercícios físicos.

*Referências: Duong V, Maher CG, Steffens D, Li Q, Hancock MJ. Rheumatol Int. 2016 May;36(5):679-84. Doi: 10.1007/s00296-015-3419-6. Epub 2016 Jan 12. Rheumatol Int. 2016. PMID: 26759130 Beilken K, Hancock MJ, Maher CG, Li Q, Steffens D. Pain Med. 2017 Jun 1;18(6):1139-1144. Doi: 10.1093/pm/pnw126. Pain Med. 2017. PMID: 27980016 Clinical Trial.

Existem atividades específicas ao ar livre durante o verão que podem aumentar o risco de lombalgia? Como podemos praticar essas atividades de forma mais segura para a coluna?

Atividades como frescobol, vôlei de praia, futevôlei e caminhadas ou corridas na praia, especialmente quando realizadas sem o calçado adequado ou sem preparação física prévia, podem aumentar o risco de lombalgia. Estas atividades frequentemente envolvem movimentos repetitivos, posturas inadequadas e longos períodos na mesma posição, todos fatores que podem levar a tensões musculares e desconforto na região lombar. Para minimizar esse risco, recomenda-se utilizar técnicas apropriadas para levantamento de peso, fazer pausas regulares, usar calçados adequados e manter uma boa postura durante as atividades.

*Referências: Summer Activities That Can Lead to Back Pain. Disponível em: North Atlanta Spine. 5 Ways Summer Can Lead To Back Pain. Disponível em: Dr. Stefano Sinicropi.

Mudanças nas atividades diárias durante o verão podem impactar a saúde da coluna. Que orientações o senhor daria para as pessoas ajustarem suas rotinas e evitarem a lombalgia nessa estação?

Para evitar lombalgia no verão, é importante manter uma rotina regular de exercícios físicos, atentar-se à postura durante viagens longas, usar travesseiros adequados e fazer pausas para alongamentos. Também é recomendado utilizar bagagens com rodinhas e ajustar corretamente as mochilas para distribuir o peso uniformemente. Práticas como alongamento e caminhada podem fortalecer a musculatura e prevenir dores. Durante o verão, é importante ajustar as rotinas diárias para evitar lombalgia. Isso inclui manter-se hidratado, usar calçados confortáveis e de suporte, evitar longos períodos na mesma posição e realizar atividades físicas com moderação e técnica adequada. Também é aconselhável incorporar exercícios de alongamento e fortalecimento na rotina diária para manter a coluna saudável.

*Referências: 5 Ways Summer Can Lead To Back Pain. Disponível em: Dr. Stefano Sinicropi. Top 3 Common Summer Activities that Can Cause Back Pain. Disponível em: NJ Spine & Orthopedic.

A exposição prolongada ao sol pode ter algum efeito sobre a saúde da coluna vertebral? Existe alguma relação entre a vitamina D obtida do sol e a saúde da coluna?

A exposição solar desempenha um papel vital na saúde da coluna, principalmente através da produção de vitamina D no corpo. Uma exposição solar adequada contribui para melhores níveis de vitamina D, o que, por sua vez, está associado a uma maior densidade óssea e redução do risco de osteopenia e osteoporose. Isso sugere que uma exposição solar moderada pode ser benéfica para a saúde da coluna, mas é importante balancear a exposição solar com o risco de danos à pele.

*Referências: Vitamin D status, including serum levels and sun exposure are associated or correlated with bone mass measurements diagnosis, and bone density of the spine. BMC Nutrition. Disponível em: https://bmcnutr.biomedcentral.com/articles/10.1186/s40795-023-00707-y. J Clin Endocrinol Metab. 2016 Aug;101(8):3105-14. Doi: 10.1210/jc.2016-1658. Epub 2016 May 17. Disponível em: https://academic.oup.com/jcem/article/101/8/3105/2835037.

Para aquelas pessoas que já têm predisposição à lombalgia, quais cuidados extras devem ser tomados durante o verão para evitar o agravamento do problema?

Para indivíduos com predisposição à lombalgia, é crucial adotar medidas preventivas adicionais durante o verão. Isso inclui manter uma boa hidratação, usar calçados apropriados e confortáveis, evitar longos períodos na mesma posição e praticar atividades físicas com técnica adequada e moderação. Além disso, é recomendável incorporar exercícios regulares de fortalecimento e alongamento para a região lombar, bem como atenção à postura ao realizar atividades diárias.

*Referências: 5 Ways Summer Can Lead To Back Pain. Disponível em: https://sinicropispine.com/5-ways-summer-can-lead-to-back-pain/ . Top 3 Common Summer Activities that Can Cause Back Pain. Disponível em: https://www.njspineandortho.com/blog/3-summer-activities-that-can-cause-back-pain/.

Além das medidas preventivas, quais são os sinais de alerta de que alguém pode precisar de cuidados médicos devido à lombalgia no verão?

Existem certos sintomas associados à lombalgia que podem indicar uma condição médica grave e requerem atenção imediata. Estes incluem:

  • Dor aguda intensa;
  • Dor irradiada: Dor que se move ou irradia para os glúteos ou pernas, o que pode indicar uma condição de compressão nervosa.
  • Fraqueza súbita nas pernas: Pode ser causada por nervos comprimidos na coluna. Também pode indicar um acidente vascular cerebral.
  • Incontinência: Dor nas costas associada à incapacidade de controlar os intestinos ou a bexiga pode ser um sinal de compressão nervosa grave ou infecção da coluna, como discite ou meningite.
  • Dormência ou formigamento na região da virilha ou glúteos: Conhecida como anestesia em sela, também é um sinal de uma condição nervosa ou espinhal grave.

*Referências: UT Southwestern Medical Center: 5 signs your back pain might be na emergency. The Healthy @Reader’s Digest: 5 Subtle Signs Your Back Pain Means Something Serious, from a Spinal Surgeon. Spine-health: When Back Pain May Be a Medical Emergency.

Exercícios específicos ou práticas como a ioga podem ser recomendados para fortalecer a região lombar e prevenir dores durante o verão?

A prática de yoga é frequentemente utilizada para aliviar a dor nas costas, sendo associada a melhorias a curto prazo na intensidade da dor, incapacidade relacionada à dor, saúde mental e funcionamento físico. Os efeitos benéficos, exceto para a saúde mental, são sustentados a longo prazo. Entretanto, comparado com outras intervenções ativas, o yoga não mostrou diferenças significativas nos resultados a curto ou longo prazo. As posições de yoga podem incluir Cat-Cow (postura em que curvamos e arqueamos a coluna), Downward-Facing Dog (postura do cão voltada para baixo, parecida com um V invertido), Triangle Pose (Pose do Triângulo), entre outras, que ajudam a relaxar músculos tensos, fortalecer músculos fracos e aliviar a dor nas costas. Exercícios específicos para fortalecer a região do core, como abdominal prancha, prancha unilateral, superman, elevação pélvica isométrica e abdominal canoa…

A alimentação pode influenciar na saúde da coluna? Existem alimentos que podem contribuir para a prevenção da lombalgia?

A alimentação pode impactar significativamente a saúde da coluna vertebral. Uma dieta equilibrada, rica em nutrientes essenciais como cálcio e vitamina D, é fundamental para a manutenção da saúde óssea e prevenção de condições como osteoporose, que podem afetar a coluna. Além disso, manter um peso saudável ajuda a reduzir a pressão sobre a coluna, diminuindo o risco de lombalgia. Recomenda-se consumir alimentos como laticínios, vegetais folhosos, peixes e nozes, que são ricos em cálcio e vitamina D.

Para encerrar, Doutor Marcondes, quais são os conselhos fundamentais que o senhor daria para as pessoas cuidarem da saúde da coluna durante o verão e aproveitarem a estação da forma mais saudável possível?

Para manter a saúde da coluna durante o verão, é importante adotar algumas práticas como:

  • Manter-se hidratado para evitar tensão muscular e desconforto na região lombar.
  • Usar calçados confortáveis e de suporte para prevenir dores nas costas.
  • Evitar longos períodos na mesma posição, alternando entre sentar-se, ficar de pé e andar.
  • Praticar atividades físicas com moderação, utilizando técnicas adequadas para evitar sobrecarga na coluna.
  • Incluir exercícios regulares de fortalecimento e alongamento para a região lombar na rotina diária.
  • Prestar atenção à postura ao realizar atividades diárias, como levantar objetos pesados ou outros serviços domésticos e laborais.

Dr. André Marcondes (CRM 121391) – Ortopedista Especializado em Coluna integrante do Núcleo de Medicina Avançada do Hospital Sírio-Libanês, além de ser também empreendedor, pesquisador, professor e escritor.

Acompanhe Dr. André Marcondes no Instagram

Share this Article