Now Reading
Lelê Azevedo fala sobre “Complicada” e dá lição de amor para a humanidade

Lelê Azevedo fala sobre “Complicada” e dá lição de amor para a humanidade

Carregada de intensidade, autoconhecimento e amor próprio, a cantora carioca e independente Lelê Azevedo, acaba de lançar a faixa “Complicada”, um pop leve e destinado a todas aquelas pessoas intensas e consideradas “complicadas demais para um relacionamento”. A composição autoral chega acompanhada de um videoclipe que já está disponível no YouTube da cantora.

“Complicada” é o terceiro lançamento da artista e foi produzida pela Gramane Records. A faixa chega como uma crítica à ideia de que as mulheres precisam sempre “caber em uma caixa e ser uma coisa só” e à como a intensidade costuma ser problema para relacionamentos moldados. Como composição autoral, a canção é inspirada nas vivências da cantora e uma faixa muito mais que especial para a mesma.

No videoclipe oficial da faixa, produzido por Caio Leal, Lelê traz no clipe quatro personagens vividos e encenados por ela mesma. A história, totalmente fictícia, demonstra como sempre existem pessoas que utilizam as ‘fraquezas’ das outras para tirarem vantagens e serem manipuladoras. Confira a entrevista!

Tocando em um assunto que vem se tornando cada vez mais tabu entre os relacionamentos, a faixa “Complicada” chega carregada de intensidade, autoconhecimento e uma crítica às pessoas que são apontadas como complicadas em uma relação. Como espera que essa canção possa afetar essas pessoas? Como nasceu essa composição?

Eu acredito que “Complicada” vai fazer muitas pessoas, assim como foi comigo, perceberem o quanto ser diferente não é algo ruim. Muitas pessoas sofrem demais com esse tipo de situação e eu quero realmente fazer com que elas vejam que não estão sozinhas. “Complicada” nasceu de uma crise na pandemia (quem nunca né?). Eu via muitos casais e relacionamentos perfeitos e me perguntava porque eu não tinha aquilo. 

Foto: Caio Leal

Em um depoimento dado por você, soubemos que o enredo da música foi inspirado em uma situação em que você estava passando por alguns percalços em um antigo relacionamento. Na sua opinião, porque esse tipo de “rotulagem” acontece? O que significa uma pessoa ser “complicada”? 

Eu acho que as pessoas são ensinadas desde novas a seguirem uma tonelada de regras e limitações. Eu cresci assistindo filmes de fantasia e neles a princesa sempre encontra o par perfeito e são felizes para sempre. Na real todo mundo é complicado, relacionamentos são extremamente complicados e está tudo bem! Se eu fosse definir uma pessoa complicada eu diria que é alguém que se entrega, sabe? Alguém que não tem medo da intensidade e da paixão. O amor nos torna vulneráveis, acredito que as pessoas ultimamente se escondem tanto, que mostrar o que realmente são é o que as assusta mais.

Lançado há pouco mais de 10 dias atrás, o videoclipe oficial já está rendendo muitos comentários positivos e relatos de pessoas que estão se identificando. O que tem achado desse feedback e qual o seu conselho para as pessoas que se identificaram com a sua música?

Eu tô tão feliz com toda essa repercussão! Eu sei exatamente o que essas pessoas sentem e já estive nesse lugar do medo. É incrível poder ser esse ombro amigo deles. O conselho que eu tenho pra dar é que vocês nunca devem mudar o que são por ninguém! Sempre existirão pessoas para te criticar e diminuir, mas só você sabe o que se passa dentro do seu coração. A intensidade não é um defeito, mas sim uma qualidade! Amar é um ato de coragem, é uma pena que alguns são medrosos demais para isso.

Foto: Caio Leal

Em um relacionamento desses casos, considerados complicados, a culpa é sempre do homem ou o problema pode ocorrer em ambas as partes? Essa característica é necessariamente sempre vista como negativa?

O “problema” pode surgir de qualquer lado, às vezes não é nem o fato de ser complicada, mas de não haver diálogo entre as pessoas. Imagina se você é uma pessoa “complicada” que ama demais e vive intensamente e está junto de alguém que não tem ânimo para nada e não demonstra afeto por você? Eu não consigo hahaha. Então só é algo ruim dependendo da pessoa com que você se relaciona.

O enredo da música faz menção ao fato da menina que percebeu que ser daquele jeito, é o que a faz ser quem ela realmente é. Nos dias atuais, o forçar ser uma outra pessoa tem sido um problema muito presente em algumas relações?

See Also

Totalmente! As pessoas estão tão desesperadas por atenção e carinho que se submetem a relações abusivas e completamente divergentes do que realmente são. Ainda mais nos dias de hoje, com a pandemia, se sentir sozinha está cada vez mais recorrente.

Produzido pelo produtor Caio Leal, o clipe teve um segmento bastante criativo ao trazer quatro personagens diferentes encarnados por você. Como foi o processo criativo de vocês e como foi a parceria para a produção do projeto?

Nossa foi maravilhoso! Como todo trabalho, sempre existem problemas, mas acredito que trabalhar com seus amigos ajuda muito nesse processo! Criar o roteiro do clipe e produzir foi extremamente divertido e cansativo, mas no fim deu tudo certo! O Caio sempre topa as minhas ideias malucas, então é só alegria! Hahaha

Na sua opinião, todos merecem ser amados como são no mundo? Existem exceções?

Toda forma de amor é válida! Acredito verdadeiramente que todos nós temos alguém que virá em algum momento nos fazer feliz! Pode ser por um mês, 2 anos ou para a vida toda. Não achei o meu ainda, mas sei que vou encontrar alguma hora! Mesmo a pior pessoa do mundo pode evoluir depois que se sente conectado com alguém.

Acompanhe Lelê Azevedo pelo Instagram

What's Your Reaction?
Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0

© 2021 Luca Moreira. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Moreira Comunicação.

Scroll To Top