Crys Carvalho

Crys Carvalho lança livro que alerta sobre lado sombrio dos concursos de beleza e perigos da pressão estética

Luca Moreira
9 Min Read
Crys Carvalho

Com uma carreira brilhante nas passarelas, Brenda Viana, uma modelo de 24 anos recém-formada em jornalismo, foi eleita a nova Miss Brasil. No entanto, sua vida muda drasticamente quando um segredo do passado vem à tona, ameaçando destruir seus sonhos. É neste cenário que o leitor conhece a protagonista de “Além das Aparências”, da escritora nacional Crys Carvalho.

Neste romance, publicado pela Qualis Editora, Brenda se envolve com Vítor Rico, um famoso jornalista de celebridades determinado a descobrir o que ela esconde por trás de sua beleza, ousadia e aparente arrogância. O que ele não esperava era se apaixonar profundamente por Brenda, a ponto de reconsiderar seu plano de desmascará-la para viver esse amor.

A paixão dos dois é colocada à prova quando o passado de Brenda é exposto na mídia: uma gravidez indesejada na adolescência, fruto de um abuso. Para agravar a situação, ela perde o título de Miss Brasil, pois as regras do concurso não permitem que as candidatas sejam mães. Brenda culpa Vítor pelo vazamento da informação, mas ele nega qualquer envolvimento e tenta reconquistar sua confiança.

Diante de comentários machistas na imprensa e ataques nas redes sociais, Brenda se vê com os sonhos arruinados e enfrenta julgamentos por ter colocado a criança para adoção. Com o apoio e carinho de Vítor, Brenda aprende a importância de confiar nas pessoas certas. No entanto, perguntas permanecem: onde está seu filho? E o que mais ela esconde?

Narrado do ponto de vista dos dois protagonistas, “Além das Aparências” aborda temas sensíveis que podem gerar gatilhos, como violência sexual, pressão estética e gravidez na adolescência. Crys Carvalho conduz o leitor a refletir sobre questões relevantes como misoginia, liberdade sexual feminina e cultura do estupro, enquanto Brenda é culpabilizada pelas ações de seu agressor.

Crys, seu novo romance “Além das Aparências” explora temas complexos e sensíveis. O que te inspirou a escrever sobre a história de Brenda Viana e os desafios que ela enfrenta?

Sempre me incomodou a forma como a nossa sociedade machista trata as mulheres. Em minhas histórias gosto de trazer pautas para discussão relacionadas ao tema, as vezes de forma sutil ou, como no caso desse livro, escancarada. Gosto de pensar que todos merecem ser ouvidos e, com Brenda, quis trazer o outro lado de uma história que todos estamos acostumados a julgar, sem saber as vivencias por trás do ser humano em questão.

A narrativa alterna entre os pontos de vista de Brenda e Vítor. Por que você escolheu esse formato e como ele contribui para a profundidade da história?

Escolhi essa forma de narrativa, porque, gostaria que o leitor entendesse como funcionava a cabeça dos protagonistas e compreenderem suas nuances.

Brenda é uma personagem que enfrenta muito julgamento e pressão devido ao seu passado. Como você aborda a questão da pressão estética e dos comentários machistas na trama?

Dentro da narrativa, a personagem sempre se mostra forte e enfrenta o julgamento na frente dos holofotes. Porém, ao longo da trama o leitor vai entendendo o quanto a personagem é frágil e as razões para que lide assim com as adversidades.

O relacionamento entre Brenda e Vítor é central para o enredo. Como você desenvolveu essa dinâmica complexa e o que espera que os leitores aprendam com ela?

O início deles como casal é um tanto caótico e faz o leitor pensar que não vão dar certo. Então, aos poucos o homem arrogante, que só “pensa no próprio umbigo” vai se revelando alguém bem diferente do que aparenta. A mulher, desbocada capaz de enfrentar o mundo pelo que acredita, se mostra frágil e cheia de traumas não resolvidos. Esse casal, pra lá de inusitado vai mostrar ao leitor que não existe uma formula exata para um relacionamento dar certo, mas se as duas pessoas estiverem dispostas a ceder, as coisas se ajustam.

A revelação do segredo de Brenda impacta drasticamente sua vida e carreira. Como você trabalhou a construção desse momento de tensão e suas consequências?

Procurei me colocar no lugar de uma mulher na mesma situação e ser fiel ao que ela sentiria. No caso da Brenda, ela sente muita revolta, não tem uma rede de apoio tão próxima e acaba aceitando as consequências, porque acredita ser uma punição divina por suas decisões do passado.

Crys Carvalho
Crys Carvalho

“Além das Aparências” trata de temas como violência sexual e gravidez na adolescência. Qual a importância de abordar esses tópicos em sua obra e qual mensagem você espera passar para seus leitores?

A principal mensagem da história é que, nós mulheres, não podemos ser silenciadas após sofrer um crime tão grave quanto a violência sexual. Reforçar o fato de que a vítima de um estupro não é culpada. Sobre a gravidez na adolescência, sei que a entrega consciente ainda é um tabu dentro da nossa sociedade, por conta de toda essa fantasia criada em torno da maternidade. Acredito que o papel da história com esse tópico, é mostrar a realidade sem a romantização em torno do que acontece quando você gera uma criança e quais as responsabilidades vem junto dentro desse pacote.

Você menciona que o romance pode gerar gatilhos. Como você se preparou para escrever sobre esses temas sensíveis e qual foi a recepção dos seus leitores até agora?

Foi bem difícil escrever esses temas, pois tive que mergulhar de cabeça em alguns deles e, querendo ou não, mexeram muito comigo. A recepção da história pelos leitores me surpreendeu demais, porque quando decidi colocar essa história no mundo, tive bastante medo de como as pessoas perceberiam as nuances dos temas abordados. Entretanto, elas acabaram compreendendo a mensagem e entendendo os personagens.

O personagem de Vítor Rico passa de alguém que quer desmascarar Brenda a alguém que se apaixona por ela. Como você explorou essa transformação no personagem dele?

O Vítor do início do livro conhecia apenas o lado “ruim” de Brenda e fez um pré-julgamento sobre quem era a candidata favorita do concurso. A partir do momento que passa a vê-la como um ser humano passível de erro, ele se arrepende por tê-la julgado tão mal, porém já é tarde demais e a partir de então começamos uma busca pela redenção do jornalista.

Como autora, como você equilibra o desenvolvimento de uma trama envolvente com a necessidade de abordar questões sociais importantes?

Acredito que aa histórias tem o poder de mudar a forma como enxergamos o mundo. Partindo desse ponto, quando começo a escrever um enredo costumo me perguntar que tema se encaixaria dentro dele para trazer algum impacto na vida das pessoas ao final da leitura.

Por último, mas não menos importante, quais são seus próximos projetos literários e o que os leitores podem esperar de você no futuro?

Tenho um cronograma para o próximo semestre desse ano, com o lançamento de pelo menos três histórias até o fim de 2024. O que os leitores podem esperar de mim, são muitas histórias com mocinhas fortes e reais, que sempre irão lutar pelo que acreditam.

Acompanhe Crys Carvalho no Instagram

TAGGED:
Share this Article