Banda CTRL X

Banda CTRL X lança álbum “Coração Jovem” com produção inovadora e clipes contagiantes

Luca Moreira
9 Min Read
Banda CTRL X

A Banda CTRL X lançou seu tão aguardado álbum “Coração Jovem” nas plataformas de música no dia 17 de maio. Com 11 faixas autorais gravadas nos renomados Estúdios WR, na Bahia, o projeto reflete o trabalho dedicado e meticuloso da banda. A faixa de destaque, “Se joga nessa vida”, chega hoje ao YouTube com um videoclipe que promete conquistar o público com sua melodia contagiante e mensagem positiva.

O processo de gravação do álbum foi dividido em duas etapas: a criação e a gravação. Durante a criação, a banda se dedicou ao desenvolvimento de cada música, desde a composição das letras até a finalização dos arranjos. Na etapa de gravação, cada instrumento foi gravado individualmente, dando vida a cada faixa de maneira detalhada. A produção ficou por conta de Apu Tude, renomado produtor musical, cuja expertise agregou valor ao projeto.

Além da música, a banda se destacou pela inovação na arte da capa do álbum, criada inteiramente por inteligência artificial. Essa escolha reflete a identidade contemporânea e pop da banda, sempre atenta às tendências do mercado. Com o lançamento de “Coração Jovem”, os membros da CTRL X celebram um marco especial em sua carreira, cheios de orgulho e emoção.

“Coração Jovem” é o primeiro álbum de vocês. Como foi o processo de criação e gravação desse projeto?

O “Coração Jovem” é mais do que um simples projeto; é uma jornada de vida. Nele, dedicamos nosso tempo e energia, desde músicas criadas em 2019 até aquelas recentemente compostas em 2024. Embora seu espírito seja jovem e solar, ele abrange muitos temas e gêneros musicais diferentes, resultados das nossas constantes experimentações e descobertas musicais. Nosso processo criativo segue uma dinâmica consistente em todas as músicas: um dos integrantes traz alguma ideia de letra e melodia com alguma base simples por trás no violão ou beat simples e daí juntos continuamos a desenvolver a música como um todo.

A música de trabalho, “Se joga nessa vida”, tem uma melodia contagiante e uma letra positiva. Qual foi a inspiração por trás dessa faixa?

A principal inspiração de “Se Joga Nessa Vida” foi quando estávamos conversando entre nós três sobre o quanto queríamos viver de música e o quanto isso era realizador para nós. A letra veio com a intenção de inspirar e motivar as pessoas a viverem suas vidas ao máximo, buscando transmitir uma mensagem de encorajamento, incentivando os ouvintes e nossos fãs a abraçarem novas oportunidades, superarem desafios e seguirem seus sonhos e seus amores com determinação e entusiasmo.

O videoclipe de “Se joga nessa vida” foi lançado recentemente. Como foi a experiência de filmar esse clipe e o que vocês esperam que os fãs sintam ao assisti-lo?

Para falar a verdade, gravar esse clipe foi um perrengue e tanto! Mudamos de ideia e locação diversas vezes, mas quando encontramos um conceito que combinava com a música, deu tudo certo. Inclusive, foi um dos clipes mais divertidos de gravar, principalmente as cenas do mar. Esperamos que nossos fãs sintam uma sensação de liberdade, literalmente a sensação de “se jogar na vida”, entende? Por ser um clipe aberto e em paisagens muito bonitas, é isso que sentimos ao assistir.

Vocês gravaram o álbum nos famosos Estúdios WR, na Bahia. Como essa localização influenciou o som e a atmosfera do álbum?

A WR foi o lugar que abriu as portas para a gente trabalhar profissionalmente. Nada seria possível sem esse espaço histórico que nos impulsiona para a música. Gravar lá foi mais uma oportunidade de dar continuidade ao trabalho que vem sendo reunido ao longo dos últimos anos, sendo a WR o berço de criação de praticamente todas as músicas desse álbum, desde a concepção até o take final. É muito gratificante poder contar com apoio dos artistas que trabalham lá, que diretamente e indiretamente agregam no nosso trabalho e no dia a dia dessa nossa segunda casa.

Apu Tude foi o produtor musical do projeto. Como foi trabalhar com ele e de que forma ele contribuiu para o desenvolvimento do álbum?

Apu é nosso Mestre, literalmente. Apesar de tudo que está no álbum ter sido criado e produzido praticamente unicamente por nós três, tudo que está lá passou por Apu. O que permanece nas músicas é o produto final de um longo processo de escolhas musicais. Apu é nosso guia para tentar entender melhor nossa identidade musical. Muita coisa do que sabemos de música hoje é por causa dele, então, direta e indiretamente, ele agrega muito em nosso álbum.

Banda CTRL X
Banda CTRL X

A capa do álbum foi criada por inteligência artificial. O que levou vocês a escolher essa abordagem e como ela reflete a identidade da banda?

Acreditamos que foi uma escolha que surgiu, primeiramente, das tentativas de criar uma arte ao nosso gosto, mesmo não sendo artistas gráficos, e de poder decidir o rumo que o desenho iria tomar. Partimos de ideias e referências em nossas mentes que não conseguimos colocar em prática, mas sabíamos que se conectavam com as músicas. Apesar de ser uma arte feita por inteligência artificial (IA), o prompt e o processo de decisão e pós-produção dessa arte foram feitos por nós, e certamente refletem na identidade que queríamos para as músicas.

Quais foram os maiores desafios que vocês enfrentaram durante a produção do álbum e como superaram esses obstáculos?

Durante as gravações, o maior desafio foi transformar as músicas que já tínhamos em formato demo em algo concreto, e compreender o conceito geral que queríamos trazer para o álbum. Como cada música seguia um estilo musical diferente, precisávamos primeiro identificar o elo que as uniria, antes de começar as gravações.

Cada faixa do álbum parece capturar diferentes fases da banda. Vocês poderiam falar um pouco mais sobre essas fases e como elas influenciaram o som do álbum?

Como mencionamos antes, “Coração Jovem” está em nossas mentes desde cerca de 2019, e desde então houve muitas transformações tanto pessoais quanto em nossa dinâmica como melhores amigos e banda. Acredito que isso tenha influenciado muito em todas as etapas, pois tivemos a oportunidade de crescer literalmente junto com essas músicas, que se tornaram parte de nós e de nossa história.

Com o lançamento de “Coração Jovem”, quais são os próximos passos para a CTRL X? Vocês têm planos de turnê ou novos projetos em mente?

Temos tudo isso em mente, e inclusive, para não dar muito spoiler, temos ido bastante ao estúdio, tanto individualmente, quanto ao lado de outros artistas baianos. achamos que coisa boa sai daí!

A recepção dos fãs e críticos até agora tem sido muito positiva. Como vocês estão lidando com esse sucesso e quais são as suas expectativas para o futuro da banda?

Todos os fãs que ouvem nosso álbum com carinho contribuem para a construção de nossa história. Somos extremamente gratos às pessoas que nos acompanham. Reconhecemos o potencial de nosso álbum e ficamos felizes em ver nas pessoas o mesmo brilho ao ouvir as músicas que tivemos ao criá-las. A recepção está sendo incrível, e acreditamos que ainda vamos levar este álbum muito longe. É um trabalho de muitos anos e estamos ansiosos pelo que vem pela frente.

Acompanhe Banda CTRL X no Instagram

TAGGED:
Share this Article