Instituto Baccarelli e Instituto Serginho 10 iniciam parceria para ensino de vôlei no CEU São Pedro / José Bonifácio

Luca Moreira
5 Min Read

Oferecendo 180 vagas para alunos e alunas de 7 a 17 anos, iniciativa tem como objetivo transformar unidade em polo de excelência no esporte

Uma parceria com potencial para transformar vidas e formar atletas: essa é a iniciativa conjunta realizada pelo Instituto Baccarelli com o Instituto Serginho 10 para o ensino de vôlei no CEU São Pedro / José Bonifácio – Dragão do Mar, na Zona Leste de São Paulo. São ao todo 180 vagas para alunos e alunas de 7 a 17 anos, em turmas mistas, femininas e masculinas; as aulas se iniciam em janeiro de 2024. Um dos 12 CEUs sob gestão do Instituto Baccarelli, por meio de parceria com a Secretaria Municipal de Educação, a unidade inicia um projeto que pretende transformá-la em polo de referência na modalidade.

Em novembro, no dia 7, o CEU São Pedro / José Bonifácio recebeu o evento de lançamento da parceria – na unidade, um teatro lotado aguardava Serginho Escadinha, multicampeão e duas vezes medalhista de Ouro pela seleção brasileira de vôlei. Fundador do Instituto Serginho 10, ele fez uma bonita fala sobre sua trajetória no esporte, os sacrifícios que teve de fazer para seguir sua carreira como profissional, e também a ideia por trás do Instituto Serginho 10. “O voleibol é só uma isca”, falou Serginho. “Vamos oferecer uma formação completa, e queremos identificar quem tem potencial para o alto rendimento, mas nossa missão principal é transformar a vida das pessoas, formando cidadãos. Queremos que vocês levem para a vida o que aprenderem na quadra.”

Edilson Ventureli, diretor executivo do Instituto Baccarelli, também participou do evento, e ressaltou a importância de ter uma figura como Serginho na unidade – uma pessoa que é referência tanto como atleta quanto como cidadão. Ele ainda aproveitou para deixar uma provocação para os jovens atletas que lotaram o auditório. “Em 2024 eu quero ver o CEU São Pedro / José Bonifácio campeão de vôlei no InterCEUs”, disse, para alegria da plateia, fazendo referência à competição esportiva que reúne todos os CEUs de São Paulo.

E a expectativa na unidade é grande. A jovem Giovanna, de 16 anos, aluna de vôlei do CEU São Pedro / José Bonifácio, conta que a modalidade é uma paixão herdada de seus pais, e que não poderia perder a oportunidade de conhecer Serginho Escadinha em pessoa. “Ele é o ídolo do meu pai, eu adorava vê-lo em quadra quando era pequena. Foi uma experiência única”, comemora Giovanna.

“Gostei muito do que ele falou, pois eu também quero seguir carreira no esporte. As aulas já eram muito boas, e agora com o Instituto Serginho 10 devem ficar ainda melhores.” E sobre o projeto InterCEUs 2024, ela não tira o corpo fora: “Tudo isso já está nos inspirando. Vamos nos concentrar para conseguir um bom resultado em 2023, e no ano que vem vamos chegar com mais força ainda.”

Utilizando a formação esportiva como ferramenta de transformação social, o Instituto Serginho 10 chega ao CEU São Pedro / José Bonifácio com o objetivo de implementar um ensino de vôlei de excelência na unidade, usando o esporte como ferramenta de transformação social. De acordo com o IS10, o ensino de vôlei tem potencial para desenvolver nos alunos e alunas a sociabilidade, o senso de responsabilidade e disciplina, a capacidade de concentração e o espírito de equipe, além da coordenação motora e habilidades técnicas e táticas específicas do vôlei.

Já da parte do Instituto Baccarelli, a parceria é mais uma das iniciativas realizadas em conjunto com instituições renomadas em benefício do público atendido pelos CEUs. Além do Instituto Serginho 10, a instituição tem parcerias firmadas com o Museu da Diversidade Sexual, para atividades voltadas à promoção da tolerância e consciência de uma sociedade plural; com o Museu do Futebol, para resgate da memória coletiva e do protagonismo feminino no esporte; e com o Comitê Paralímpico Brasileiro, para o ensino de esportes para pessoas com deficiência.

Share this Article