Exposições com foco nas culturas indígena e africana são destaques em dezembro no Museu H. P. Índia Vanuíre

Luca Moreira
6 Min Read

Entre as terças e domingos do mês de dezembro, visitantes terão acesso a trabalhos produzidos pelos povos Terena e a uma linda coleção de bonecas africanas, além de conhecerem a riqueza de diversas etnias e terras indígenas; Haverá também exibição de um vídeo sobre a colonização do Brasil e atividades para a família durante os fins de semana

O Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre (MIV), instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, promete uma programação incrível para os amantes de exposições, que podem incluir a visita em seus roteiros de férias.

Durante todo o mês, entre terça e domingo, das 9h às 18h, com exceção de quinta-feira, que a programação vai até às 20h, o Museu apresenta as exposições Grafismos e Artes Indígenas do Oeste Paulista, Cerâmica Terena: Preservando a Memória e a Tradição e Caminhos Inclusivos: A Arte Transformadora.

A exposição Grafismos e Artes Indígenas do Oeste Paulista destaca a riqueza cultural das etnias Kaingang, Krenak, Terena e Guarani Nhandewa, das Terras Indígenas Vanuíre, Icatu e Araribá nas paredes externas do museu. Essa atividade levará os visitantes a um universo artístico enriquecedor e reflexivo. Além do aspecto estético, a exposição é um compromisso de respeito e preservação cultural, amplia identidades e convida os visitantes a explorarem as histórias, tradições e valores transmitidos por essas expressões artísticas. A curadoria é realizada pelos próprios indígenas do Oeste Paulista, fortalecendo o empoderamento na representação de suas culturas.

Apresentando peças produzidas pelos povos Terena, habitantes das terras indígenas Icatu, em São Paulo, e Cachoeirinha, no Mato Grosso do Sul, como panelas, jarros, moringas e esculturas, a exposição Cerâmica Terena: Preservando a Memória e a Tradição destaca também depoimentos que valorizam e retratam as relações estabelecidas a partir da história, memória, cotidiano, transmissão do conhecimento entre gerações e a manutenção da tradição como um elo entre o passado e o presente. Vale a visita para conhecer algumas peças que fazem parte do acervo do museu e que foram doados ainda em 1970, e outras obras contemporâneas adquiridas ao longo dos anos.

Recentemente, o Museu Índia Vanuíre lançou a exposição temporária Caminhos Inclusivos: A Arte Transformadora, que reúne uma coleção de bonecas africanas e objetos artísticos, confeccionados a partir de materiais recicláveis. As obras singulares foram criadas a partir de duas iniciativas inspiradoras: o projeto O Olhar é o Sentir pelas Mãos, uma ação conjunta sociocultural, realizada em parceria com o Programa Vida Iluminada – UNIMED, para promover a inclusão dos deficientes visuais para que eles se tornem frequentadores do Museu, e o projeto “Aguçando as Memórias”, que tem como público-alvo os idosos e o seu objetivo é a valorização e a inserção destes na sociedade, reconhecendo-os como cidadãos ativos e produtores de cultura.

E, nos fins de semana de 9, 10, 16, 17/12 (sábados e domingos), das 10h às 16h, as famílias são convidadas a participar de uma experiência lúdica e reflexiva no ambiente museológico ainda celebrando o Natal. A atividade Família no Museu será realizada pelo Núcleo de Educação e oferecerá a todos os participantes alguns moldes em EVA para a criação e personalização de suas próprias árvores de Natal, além de uma variedade de materiais decorativos.

AINDA NESTE MÊS

Mais para o fim do mês, no dia 29 de dezembro, às 9h e às 14h, o Museu Índia Vanuíre, por meio do projeto Cultura e Questões Indígenas em Foco, exibirá o vídeo As Guerras da Conquista da série Guerras do Brasil, que destaca a persistência da conquista mesmo após mais de 500 anos, evidenciando sua vitalidade e explora a chegada, a ocupação e a colonização do Brasil pelos europeus, abordando temas como evangelização, dominação, exploração e resistência indígena, e destacando a dizimação da população indígena ao longo da história e a persistente luta, especialmente pela demarcação de terras, lançando luz sobre os conflitos atuais relacionados às questões indígenas no Brasil.

Todas as atividades são gratuitas. Aproveite o período de férias e visite o Museu!

SERVIÇO

Exposição Temporária “Grafismos e Artes Indígenas do Oeste Paulista”

Datas: durante todo o mês, de terça-feira a domingo

Horário: das 9h às 18h, exceto às quintas-feiras, que a programação vai até às 20h

Exposição Temporária “Cerâmica Terena: Preservando a Memória e a Tradição”

Datas: durante todo o mês, de terça-feira a domingo

Horário: das 9h às 18h, exceto às quintas-feiras, que a programação vai até às 20h

Exposição Temporária “Caminhos Inclusivos: A Arte Transformadora”.

Datas: durante todo o mês, de terça-feira a domingo

Horário: das 9h às 18h, exceto às quintas-feiras, que a programação vai até às 20h

Cultura e Questões Indígenas em Foco

Data: 29/12

Horário: às 9h e às 14h

Família no Museu

Datas:  9, 10, 16, 17/12

Horário: das 10h às 16h

Local: Museu H. P. Índia Vanuíre

Funcionamento: terças, quartas, sextas, sábados e domingos, das 09h às 18h; quintas, das 9h às 20h. Nos dias 24 e 31 de dezembro, o MIV estará aberto até às 13h e fechado em 25 de dezembro e 1º de janeiro de 2024.

Endereço: Rua Coroados, 521, Centro, Tupã – SP

Instagram: @museuindiavanuire

Facebook: / museuindiavanuire/

Share this Article