Novas técnicas de lifting facial promovem encontro entre beleza e naturalidade de forma menos invasiva e mais eficiente

Luca Moreira
4 Min Read

Tratamentos abandonam os preenchimentos exagerados e passam a usar lasers, radiofrequências e “drug delivery” com nano fat

A evolução da humanidade tem sido marcada pela busca constante de bem-estar, saúde e autoestima. Com os avanços da medicina e o aumento da expectativa de vida, é natural que as pessoas desejam refletir isso em seu real estado emocional. Nesse contexto, as cirurgias plásticas têm se destacado como um importante instrumento de transformação, contribuindo positivamente para o processo de envelhecimento saudável e a busca pela satisfação pessoal.
De acordo com dados oficiais de 2021, a expectativa de vida global tem aumentado significativamente desde 1960. Os homens passaram a viver, em média, até os 68,9 anos, enquanto as mulheres alcançaram a média de 73,9 anos. “Esse aumento na longevidade traz consigo a necessidade de cuidar da aparência e vitalidade física para acompanhar uma vida mais longa”, destaca o Dr. Dhyego Curado, cirurgião plástico goiano, que defende a cirurgia plástica com resultados naturais como parte primordial na melhoria da qualidade de vida dessa nova geração que está envelhecendo, agora, com saúde e com uma vida social bem mais ativa.

De acordo com ele, quando se fala de Cirurgias da face, os novos métodos de lifting facial e rejuvenescimento, propõem um tratamento menos invasivo, aliado a uma recuperação mais confortável e uma cicatrização eficiente. Além disso, ele ressalta a importância de tratar todos os compartimentos da face : Pele , músculo e gordura com resultados que oferecem um aspecto mais refinado de rejuvenescimento e embelezamento.

“Estamos saindo da era dos preenchimentos exagerados, que estavam deixando rostos super preenchidos e redondos para um rosto com aspecto mais saudável e elegante onde na própria cirurgia, já fazemos complemento do tratamento da pele com lasers, radiofrequência e drug delivery com nano fat ( gorduras da própria paciente ) afirma Curado.

O médico, que é membro instrutor de um dos congressos mais tradicionais de rinoplastia e cirurgias da face , o Dallas Rhinoplasty , nos EUA e deu aula sobre o assunto este ano no Congresso Internacional de Cirurgia Plástica da ISAPS, na Grécia, acredita que a cirurgia plástica vai além da aparência física. Para ele, ser cirurgião plástico é mudar o curso de vida da pessoa, “proporcionando autoconfiança e superação de problemas emocionais, permitindo assim que essa pessoa supere traumas pessoais e confie mais em si mesma”.

A paixão pela medicina está no DNA do Dr. Dhyego Curado, que vem de uma família tradicional de médicos. Crescendo no universo de hospitais e no meio médico, ele se encantou pela vertente artística da cirurgia plástica. Com sua clínica em Goiânia no maior complexo de saúde da América Latina , o médico é membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica do corpo clínico do renomado Hospital Albert Einstein.

Dr. Dhyego Curado segue se atualizando constantemente, participando de cursos nacionais e internacionais para trazer o melhor para seus pacientes. Sua dedicação e talento o colocam como referência no campo da cirurgia plástica estética facial e corporal, proporcionando resultados transformadores na vida de seus pacientes.

A proposta para seus pacientes está ancorada no conceito de “Quiet Luxury” que em tradução livre significa luxo silencioso, mas quer dizer beleza com naturalidade. “Na medida que a expectativa de vida aumenta, a saúde dessas pessoas precisam estar conectadas. Dentro de sua alma e corpo tem uma pessoa de 40 vivendo com a aparência de 60 anos. A cirurgia plástica vai balizar esses sentidos”, ressalta Dr Curado.

Share this Article