Gerdau e SENAI-SP formalizam parceria educacional baseada no conceito de economia circular

Luca Moreira
4 Min Read

 Iniciativa ocorre em 61 cidades paulistas e atinge cerca de meio milhão de jovens no estado de São Paulo

Uma iniciativa focada em sustentabilidade e desenvolvida entre a Gerdau, maior empresa brasileira produtora de aço, e o SENAI-SP, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo, um dos cinco maiores complexos de educação profissional do mundo e o maior da América Latina, está impactando diretamente meio milhão de jovens no estado de São Paulo, anualmente. O evento, que marca a formalização da parceria e divulgação do projeto, aconteceu no dia 29 de janeiro, no SENAI Mario Amato, em São Bernardo do Campo, das 10h às 12h, e tem por objetivo reforçar o funcionamento do programa, que está sendo desenvolvido em 61 cidades paulistas.

Durante o evento, que contará com a participação de representantes da companhia e da instituição, haverá uma visita às aulas práticas vinculadas ao projeto, além de uma cerimônia de comemoração da parceria entre as organizações.

Na iniciativa, a Comercial Gerdau, distribuidora própria dos produtos Gerdau, fornece parte do aço utilizado nas aulas práticas do SENAI-SP e, posteriormente, a instituição coleta as sucatas metálicas ferrosas geradas nos processos educacionais. O insumo retorna como matéria-prima para um novo ciclo de produção de aço nas unidades industriais da Gerdau. A estimativa é ter um volume de 600 toneladas por ano de geração de sucata metálica ferrosa. A parceria tem o princípio de incentivar o cuidado com o ciclo de vida dos resíduos e gerar impactos em sustentabilidade.

“É um orgulho para a Gerdau fazer parte dessa iniciativa de educação alinhada ao conceito de economia circular, que reforça o compromisso com a criação de soluções sustentáveis e transformadoras para os nossos negócios e todo o ecossistema em que estamos presentes. Desde sua fundação, há 123 anos, a Gerdau busca ser parte das soluções aos desafios enfrentados pela sociedade e, mais uma vez, se une a parceiros para deixar um legado positivo, uma vez que entende que a economia circular guiará o futuro das organizações”, destaca Carlos Eduardo Vieira da Silva, diretor da Gerdau.

A reciclagem desses produtos feitos em aço traz uma série de benefícios para o meio ambiente, incluindo a redução da emissão de gases de efeito estufa e a economia de insumos básicos como água e energia. Além disso, gera renda alternativa no segmento de coleta e reciclagem, contribuindo com o avanço da economia local. Esse movimento faz parte do dia a dia da Gerdau, que é a maior recicladora de sucata ferrosa da América Latina, e transforma, anualmente, mais de 11 milhões de toneladas de sucata em aço e 71% da produção de aço da empresa é resultado do processo de reciclagem de sucata.

A parceria também tem um forte impacto social, em que os alunos se beneficiam do projeto ao utilizar os produtos de aço fornecidos pela Gerdau como material de aula e com visitas técnicas para conhecerem de perto o processo produtivo do aço em uma das usinas da companhia, além de trazer consciência sustentável a todos os envolvidos no projeto.

Os participantes do projeto recebem um certificado digital que comprova a participação, destacando o engajamento com iniciativas sustentáveis e a contribuição para o desenvolvimento econômico e social do estado de São Paulo.

Com a parceria e a reestruturação da base de reciclagem, os trabalhos dos alunos tornam-se novos materiais para as aulas de outras turmas do SENAI-SP, fazendo a economia circular na prática.

 

Share this Article