Cidadania europeia permite acesso facilitado a universidades e outros benefícios

Luca Moreira
5 Min Read

Especialista aponta as vantagens de ser um cidadão da União Europeia e como isso pode impulsionar a carreira 

A obtenção da cidadania europeia está se tornando um caminho cada vez mais atrativo para aqueles que desejam escrever uma nova história em suas vidas. Dados da última pesquisa do Eurostat (Gabinete de Estatísticas da União Europeia) mostram que 20.400 brasileiros adquiriram cidadania italiana ou portuguesa em 2021. O documento proporciona liberdade para ultrapassar fronteiras, explorar diferentes realidades e aproveitar oportunidades profissionais e de estudos sem precedentes, oferecendo uma série de benefícios que vão além das expectativas.

De acordo com Patricia Valentim, administradora de empresas com MBA em marketing, proprietária e diretora executiva da CV Assessoria Internacional, empresa de assessoria em imigração, nacionalidade e negócios internacionais, “obter a cidadania europeia é uma experiência verdadeiramente transformadora, com liberdade para testar diferentes realidades e aproveitar novas oportunidades. Além disso, o acesso a serviços públicos de alta qualidade e incentivos governamentais colaboram com a qualidade de vida do imigrante. É uma possibilidade de conhecer profundamente novas culturas, expandir seus horizontes pessoais,  profissionais e explorar um vasto mundo”, destaca.

Entre as vantagens de adquirir a cidadania europeia, destaca-se ainda o acesso irrestrito ao espaço Schengen, facilitando viagens e negócios internacionais. Além disso, ela abre portas para investimentos internacionais, como a compra de um imóvel, por exemplo, expandindo horizontes financeiros e empresariais.

A obtenção do documento, especialmente o português, oferece diversas vantagens também para aqueles que desejam estudar no exterior. Uma das principais é a possibilidade de ingressar em qualquer universidade da União Europeia sem a necessidade de solicitar visto de estudante, eliminando a burocracia e os longos processos de espera. Além disso, os cursos disponíveis para cidadãos comunitários tendem a ser mais acessíveis em termos de custos e oferecem melhores condições de financiamento, viabilizando o acesso a programas exclusivos e de alta qualidade em vários países.

Ter o passaporte europeu também pode abrir portas para oportunidades de estudo nos Estados Unidos e no Canadá. Adicionalmente, como cidadão, é possível desfrutar de descontos significativos nas mensalidades universitárias, com valores equivalentes aos estudantes locais ou parcelando os custos, o que contrasta com os preços mais elevados que os estrangeiros costumam enfrentar em universidades.

“Complementar à cidadania nacional, a europeia confere aos indivíduos uma série de direitos valiosos em diferentes dimensões da vida. Ela concede direitos civis, incluindo a liberdade individual, liberdade de expressão e de pensamento, direitos de propriedade e a capacidade de celebrar contratos, bem como o acesso à justiça”, pontua a especialista.

“A evolução do conceito de cidadania ao longo do tempo tem acompanhado as mudanças em concepções de Estado e nas formas de participação do indivíduo na vida social e política. Isso quer dizer que a cidadania europeia desafia as fronteiras tradicionais e permite que os cidadãos desfrutem de uma participação mais ativa na União Europeia”, completa Patricia.

Os direitos dos cidadãos da União Europeia incluem a liberdade de circular e residir em qualquer país da UE, direito de voto nas eleições para o Parlamento Europeu e nas eleições locais, proteção diplomática em países terceiros, acesso à proteção e defesa do consumidor, transparência e o acesso a documentos das instituições europeias, comunicação na língua materna com as instituições locais, direito de petição ao Parlamento Europeu, apresentação de queixas à Comissão Europeia e ao Provedor de Justiça Europeu em casos de má administração das instituições europeias e direito à boa administração.

Sobre Patricia Valentim

Administradora de Empresas com MBA em Marketing pela FGV/SP, Patricia possui uma vasta experiência de mais de 25 anos nos mercados financeiro, administrativo e de gestão de negócios no Brasil. Ao longo de sua carreira, trabalhou em renomadas multinacionais, como o Grupo Pão de Açúcar, Fic (Financeira do Itaú em parceria com o Grupo Pão de Açúcar), Carrefour, MFS – Mobile Financial Services (uma joint venture da Mastercard e Vivo) e a Mais Solution Group. É fundadora e diretora executiva da CV Assessoria Internacional.

Para obter mais informações, acesse o site da CV Assessoria Internacional ou o Instagram @cv.assessoria.internacional.

Sobre a CV Assessoria Internacional

A CV Assessoria Internacional é uma empresa especializada em imigração, nacionalidade e negócios internacionais, fundada com o objetivo de auxiliar seus clientes a concretizar seus sonhos de trabalhar, investir ou residir no exterior.

Share this Article