Eduardo de Meneses

Apresentador da ESPN, Eduardo de Meneses fala sobre criação do “MunDu Meneses” e relembra episódio com Tite em coletiva de imprensa

Luca Moreira
9 Min Read
Eduardo de Meneses

Eduardo de Meneses, apresentador do renomado programa “MunDu Meneses” na ESPN, compartilha os segredos por trás do sucesso da produção que tem conquistado espectadores por sua abordagem única que mescla esporte e entretenimento. Em uma entrevista exclusiva, Eduardo revela como equilibra esses dois elementos, proporcionando uma experiência envolvente para o público. Ele destaca a importância de humanizar os atletas e celebridades, criando uma conexão genuína com os espectadores através de conversas descontraídas e reveladoras.

Com uma carreira sólida no jornalismo esportivo, Eduardo se destaca pela sua versatilidade e capacidade de se adaptar às diferentes plataformas, desde rádio e televisão até as mídias digitais. Ele compartilha sua visão sobre a evolução do jornalismo esportivo ao longo dos anos e os desafios e oportunidades que surgem nesse cenário em constante mudança.

Além disso, Eduardo reflete sobre os elogios recebidos do técnico Tite durante uma entrevista coletiva, destacando a importância do reconhecimento em meio a uma carreira marcada pela dedicação e paixão pelo jornalismo esportivo.

Eduardo, parabéns pelo sucesso do “MunDu Meneses”! Pode nos contar um pouco mais sobre o programa e como ele se diferencia das outras produções esportivas da ESPN?

Sobre o “MunDu Menezes”, realmente, é um programa muito especial para mim. Apresento outros programas da casa, mas “Mundo Menezes” tem uma particularidade única: a de unir esporte com entretenimento. A ideia é criar um programa leve, repleto de histórias interessantes, mas sempre mantendo essa leveza para quem assiste. Misturamos jogadores, artistas, cantores, humoristas, youtubers, e o papo sempre fica leve, entrelaçando esses dois mundos. É bem interessante. Desde março do ano passado, estamos produzindo esse programa com muito sucesso, conquistando muitas visualizações e sucesso tanto nos números quanto no mercado do entretenimento e do esporte.

O “MunDu Meneses” uni esporte e entretenimento em uma conversa leve e descontraída. Como você equilibra esses dois elementos e o que os espectadores podem viver nesse formato?

O equilíbrio vem realmente da conversa e da troca de experiências. A ideia é, por exemplo, falar de futebol ou de esporte como pano de fundo, mas também trazer pessoas do mundo do entretenimento para participar e conversar sobre suas carreiras, seja como músicos ou em outra área. O mais interessante é que os dois mundos, esporte e entretenimento, dialogam entre si. Muitas vezes, vemos que pessoas do mundo da música tinham o desejo de estar no esporte, e vice-versa. Existe uma afinidade natural, pois ambos os campos têm consumidores em comum; pessoas da música consomem esporte e, da mesma forma, pessoas do esporte consomem música. Isso torna a mistura dos temas particularmente interessante.

A marca da ESPN atingiu a marca de 5 milhões de inscritos no YouTube com o lançamento do seu programa, e você teve um papel importante nesse crescimento com programas digitais. Como é trabalhar em um ambiente tão dinâmico e como você enxerga o futuro dos meios digitais na cobertura esportiva?

A ESPN está realmente apostando na ampliação de seu trabalho no âmbito digital, intensificando sua presença online. Tenho a felicidade de apresentar programas tanto na plataforma linear, que atinge uma audiência mais tradicional, quanto no digital, que alcança diferentes faixas etárias e oferece outros produtos. É fascinante observar essa dinâmica. A ESPN busca expandir significativamente essa área, destacando-se por uma excelente marca de inscritos e visualizações no digital. Portanto, a empresa está vivenciando um período bastante positivo.

Eduardo de Meneses
Eduardo de Meneses

Você destacou a importância de trazer um clima informal para o “MunDu Meneses”. Como você acha que essa abordagem mais descontraída pode impactar a interação com os espectadores e o sucesso do programa?

Esse ambiente informal realmente humaniza os jogadores, mostrando-os sob uma luz diferente. É incrível descobrir curiosidades como suas habilidades culinárias ou gostos musicais, seja por sertanejo, rap ou samba. Essas revelações promovem uma conexão mais próxima e genuína com o público. A interação que acontece, especialmente no YouTube, onde os espectadores expressam suas reações, é uma parte valiosa dessa dinâmica. Humanizar os atletas dessa maneira não apenas os aproxima dos fãs mas também enriquece a experiência de quem assiste, tornando-a mais pessoal e envolvente.

Com uma carreira consolidada no jornalismo esportivo, você embarcou nesse novo projeto. O que te motivou a criar o “MunDu Meneses” e como tem sido a recepção do público?

Então, o que realmente me impulsionou foi essa busca contínua e intensa por me tornar um jornalista e apresentador versátil, atuante em múltiplas plataformas. Tenho um grande apreço por trabalhar com públicos diversos, cada um com suas particularidades e importâncias. Essa experiência tem sido incrivelmente gratificante, especialmente pela recepção calorosa do público. É importante destacar que o MunDu Menezes não se restringe apenas a uma plataforma digital; é um programa pioneiro na ESPN, marcando presença em todas as plataformas disponíveis. Isso inclui o YouTube, o StarPlus, plataformas de agregação de áudio para podcasts e a televisão. Essa abordagem multicanal permite alcançar uma vasta audiência, cada segmento com seus espectadores específicos, o que amplia significativamente nosso alcance.

Como foi para você receber elogios do técnico Tite durante uma entrevista coletiva? Isso trouxe alguma mudança em sua abordagem ou perspectiva sobre seu trabalho jornalístico?

A abordagem de Tite foi realmente calorosa e significativa. Naquele período, já em uma nova fase da minha carreira como repórter, eu estava cobrindo a seleção brasileira. Durante uma coletiva de imprensa, vivi um momento especial: eu estava à frente de um programa chamado “Além da Bola”, que, seguindo uma premissa similar ao “MunDu Menezes”, focava exclusivamente em jogadores, propiciando um espaço para diálogos que humanizavam e revelavam curiosidades sobre eles, mas sem o componente de entretenimento. Tite expressou apreciação pelo programa, e esse reconhecimento, vindo em meio a uma coletiva assistida mundialmente, me deixou bastante lisonjeado e sem muita reação no momento. Senti-me verdadeiramente feliz e grato pela gentileza e pelo carinho demonstrado por Tite.

Eduardo de Meneses
Eduardo de Meneses

Você possui uma ampla experiência trabalhando em diferentes mídias, desde rádio até TV e agora plataformas digitais. Como você vê a evolução do jornalismo esportivo ao longo dos anos e quais são os desafios e oportunidades desse cenário em constante mudança?

Eu vejo as plataformas digitais como aliadas fundamentais no cenário atual do jornalismo. A profissão está em constante evolução, com novas perspectivas e produtos sendo desenvolvidos para atender às demandas dessas plataformas. Eu não sou um jornalista que se opõe ao crescimento das redes sociais ou do YouTube. Pelo contrário, acredito que são ferramentas de extrema importância para alcançar diferentes públicos e ampliar a divulgação de conteúdo. Portanto, vejo com bons olhos essa mudança e fico feliz em fazer parte desse contexto.

Você é reconhecido pelo ótimo trabalho na cobertura diária dos clubes, sempre com reportagens bem-humoradas. Como você encontra inspiração para trazer esse aspecto mais descontraído para suas matérias e programas?

Durante meus 10 anos como repórter na ESPN, e ao longo dos meus 20 anos de carreira, construí relações e vínculos que perduram até hoje. As pessoas reconhecem meu trabalho pelo bom relacionamento nos clubes e com os jogadores, além da qualidade da cobertura. Essa experiência me proporcionou uma visão única sobre como as notícias são recebidas pelo público em casa. Agora, como apresentador, levo esse conhecimento comigo e busco oferecer um conteúdo divertido e leve, afinal, estamos entrando na casa das pessoas e é importante trazer algo que contraste com o peso do mundo lá fora.

Acompanhe Eduardo de Meneses no Instagram

Share this Article