Alex Cohen, renomado cantor, músico e compositor brasileiro, está prestes a lançar um novo trabalho que promete agitar suas bases de fãs. Conhecido por suas interpretações únicas e marcantes de clássicos da música brasileira, Cohen agora aposta em uma abordagem totalmente autoral. O álbum, que chega às principais plataformas digitais em 28 de junho, trará versões remixadas de seus maiores sucessos, incluindo hits como “Menina Sereia” e “Um Minuto”.

A iniciativa de remixar suas próprias composições surge como uma celebração da carreira de Cohen, que já colaborou com ícones como Chitãozinho e Xororó, Roupa Nova, entre outros. O projeto também conta com uma composição inédita, ampliando o repertório já consagrado do artista.

Em paralelo ao lançamento do álbum, Alex Cohen prepara surpresas adicionais para seus seguidores. A produção de clipes para as novas versões das músicas está em andamento, prometendo grandes momentos visuais para complementar a experiência auditiva dos fãs.

A fase vibrante da carreira de Alex Cohen se reflete não apenas nas novas produções musicais, mas também em sua atual turnê “Tamo Junto Na Festa”, que tem percorrido diferentes cidades do Rio de Janeiro, reforçando sua conexão com o público em apresentações ao vivo.

Com mais de 25 anos de trajetória, Alex Cohen continua a ser uma figura influente na música brasileira, com sucessos que atravessam gêneros musicais e alcançam não só as rádios, mas também trilhas sonoras de novelas globais e projetos especiais como o “Um Barzinho, Um Violão”.

Alex, seu novo trabalho traz versões remixadas de grandes sucessos e duas composições inéditas. Como surgiu a ideia de fazer esse lançamento dançante?

Na verdade, a ideia de fazer os remixes foi do meu parceiro nas canções, Walmir Barroso, idealizando ter nossas canções no formato dançante, já que faço muitas festas pelo Brasil. Poder intremear os grandes clássicos com músicas autorais dançantes era o grande objetivo.

As músicas já têm uma base de fãs consolidada. Como foi o processo de transformar esses sucessos em versões mais voltadas para a pista de dança?

O processo foi convidar um DJ fera das pistas para produzir esse trabalho. Convidamos então o Daniel Goulart que já havia produzido dois remixes para eu cantar. Ficamos muito felizes com o resultado porque atualizou ainda mais as nossas canções.

“Menina Sereia” e “Então Fica” são destacadas como apostas principais nesse álbum. O que essas músicas representam para você e por que escolheu focar nelas?

“Menina Sereia” já tem mais um milhão de streams no Spotify e ‘Então Fica” foi composta já pensando na pista e por isso foram as grandes sacadas desse trabalho.

Alex Cohen (Washington Possato)
Alex Cohen (Washington Possato)

Você está trabalhando em clipes para acompanhar essas novas versões. Pode nos contar um pouco sobre o que podemos esperar dessas produções?

Os clipes estão sendo feitos em cima dos enredos de cada canção por uma equipe já acostumada com remixes. Optaram por incluir grandes cenários ao invés de ter o meu rosto como na maioria dos clipes. Todos contam uma história respectiva.

Como foi colaborar com o DJ Daniel Goulart neste projeto de remix?

Conheci o Daniel Goulart através de um convite para eu colocar voz em 2 remixes para ele de grandes clássicos. Gostamos tanto do resultado que meu parceiro Walmir Barroso resolveu chamá-lo para produzir esse novo projeto.

Walmir Barroso, seu parceiro na composição das músicas, sugeriu a ideia do lançamento em remix. Como foi esse processo criativo em conjunto?

Na realidade fui pego de surpresa porque jamais imaginei canções temáticas como “Verde É A Vida”, “Atacama”, “Entre Nós” e “Não Quero Mais” em um formato de pista. Procurei colocar voz respeitando os temas, mas dando um sal para ficarem mais alegres para a pista. Esses remixes foram testados até em aulas de spinning.

Alex Cohen (Washington Possato)
Alex Cohen (Washington Possato)

A turnê “Tamo Junto Na Festa” está em andamento pelo Rio de Janeiro. Como tem sido a recepção do público até agora?

Tem sido incrível poder levar um mix de sucessos testados nos shows para os municípios. Todos dançam, todos cantam e celebram comigo esses grandes clássicos.

Com mais de 25 anos de carreira, você coleciona sucessos e participações em projetos renomados. O que ainda o motiva a continuar explorando novas sonoridades e formatos?

Em primeiro lugar o amor pela música. Acho que todo cantor deve buscar sair da zona de conforto e experimentar, mas sempre buscando conquistar o coração do público. A mudança traz um frescor ao trabalho e as pessoas sentem essa mudança claramente. Sou compositor, sou intérprete e busco entreter com as ferramentas que tenho o público que é o meu grande objetivo.

Suas músicas já foram gravadas por artistas de renome. Como é ver suas composições ganhando vida nas vozes de outros artistas?

É uma das grandes emoções poder ouvir nossa criação na voz de cantores que tanto admiramos. Ainda ter a oportunidade de fazer duetos como foi com o Roupa Nova e ao vivo com o Chitãozinho e Xororó em São Paulo, foi incrível. É mais uma forma de reconhecimento da nossa obra.

Olhando para o futuro, o que os fãs podem esperar de Alex Cohen? Há novos projetos ou colaborações que você gostaria de compartilhar conosco?

O objetivo é aprimorar meu trabalho autoral em paralelo com o lado intérprete das festas.  Ampliar o nosso raio de ação para outros estados do Brasil e até fora do país, pelo fato da abrangência do repertório que contém vários idiomas.

Acompanhe Alex Cohen no Instagram

Share.