Dividido em três partes e contemplado por uma diversidade de compositores, a Orquestra Jacques Klein & Coral Vozes de Iracema fizeram a abertura da temporada de concertos de 2024 na noite da última sexta-feira, 19, no salão da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, localizada no bairro Aldeota, em Fortaleza.

Conduzida pelo maestro Luis Maurício Carneiro, a orquestra formada por jovens iniciou sua apresentação com grandes compositores da música clássica: Bach e Haydn. Em seguida, a orquestra contemplou a música contemporânea com “Soundscape” e “Battle Quest”. A música “Tempo de Maracatu”, de Ernani Aguiar, deu sequência à apresentação com seu ritmo familiarmente brasileiro.

Em seguida, era hora de inserir vozes no concerto. As jovens do coral Vozes de Iracema subiram ao palco pelos três corredores do salão. Elas formaram filas e passaram pela plateia vestidas de preto, em harmonia com os músicos, já cantando a primeira canção da parte 3 do concerto.

O coral entoou canções cristãs emblemáticas como “Sanctus” e “Gloria in excelsis Deo” e intensificou os aplausos do público presente no local, arrematando o concerto com mais uma vertente musical contemplada na apresentação. “A gente tem uma orquestra que tem uma característica específica: é uma orquestra de estudantes”, afirma o maestro.

O coral, majoritariamente formado por mulheres, cantou as quatro últimas canções do concerto (Foto: Reprodução/ Instituto Jacques Klein)

Ele explica que, além de ser um grupo artístico, a orquestra possui uma finalidade de formação. Essa característica explica a escolha pelo repertório diverso, ainda que restrito à música de concerto. A apresentação contém músicas europeias, norte-americanas e brasileira, além de músicas sacras e de musical. “É necessário que eles tenham uma vivência bem ampla de repertório, porque quando eles entram no mercado de trabalho é isso que acontece”, conclui.

Os músicos que compõem a orquestra e o coral são alunos do Instituto de Música Jacques Klein (IMJK), entidade que oferta formação musical gratuita em territórios socioeconomicamente vulneráveis. Segundo Luis Maurício Carneiro, a música de concerto tem o potencial para transformar vidas pela sua grande elaboração. “É produzir o belo que faz com que eles se transformem porque, para produzir o belo, eles precisam ter inúmeras atitudes que transformem diariamente o próprio ser”, declara.

 

Atualmente, o Instituto de Música Jacques Klein atua no bairro Passaré e na Casa José de Alencar (Foto: Reprodução/ Instituto de Música Jacques Klein)

O concerto foi dividido em alguns momentos. Entre cada um desses momentos, um jovem atendido pelo IMJK fazia uma breve introdução sobre as obras que seriam tocadas a seguir, trazendo informações sobre os compositores e músicas para o público presente. O evento gratuito e didático teve aproximadamente uma hora de duração. Ao fim da apresentação, o maestro foi cumprimentado por parte do público, enquanto a plateia, que deixou poucos assentos livres, aplaudiu de pé a orquestra e o coral.

Share.