Condições favoráveis da Economia provocaram o crescimento na venda de carros em 12,6% entre janeiro e agosto, na comparação com o mesmo período do ano passado

O sonho da compra do primeiro veículo ou da troca do antigo por um seminovo está cada vez mais próxima após o anúncio desta quarta-feira (20) do Comitê de Política Monetária (Copom) que reduziu de 13,25% para 12,75% ao ano a taxa básica de juros (Selic). Em decisão unânime dos diretores, o índice chegou ao menor patamar dos últimos 16 meses, ampliando a euforia de lojistas e vendedores de seminovos na Bahia que já comemoram um crescimento nas vendas em 2023.

Segundo dados da Federação dos Revendedores de Veículos Usados (Fenauto), a venda de carros seminovos na Bahia cresceu 12,6% entre os meses de janeiro e agosto, na comparação com o mesmo período de 2022. Se forem levados em conta os dados de julho e agosto de 2023, o aumento foi de 15,5% entre os meses.

Em números absolutos, foram 160.019 carros transferidos nos oito primeiros meses deste ano, contra 142.123 em 2022. Em julho de 2023, foram transferidos 21.939 veículos, número superado em agosto, 25.334.

Na carona desta tendência, a Associação dos Revendedores de Veículos da Bahia (Assoveba) bateu recorde de vendas em um feirão realizado em agosto, em Salvador. Em apenas três dias, as 18 revendas participantes da ação venderam, juntas, 320 unidades, 110 acima da quantidade comercializada na 16ª edição do evento, ocorrida em abril deste ano, um aumento estimado em 34%.

Presidente da Assoveba, Ari Pinheiro Júnior ressalta que “a política do governo federal que reduziu os preços dos carros novos no primeiro semestre voltou a estimular o mercado e abriu ainda mais espaço para os seminovos quando foi encerrada. A compra do seminovo segue sendo a preferência dos consumidores que desejam renovar o veículo com um custo mais baixo e agora usufruindo de uma taxa de juros ainda menor”.

Ari Pinheiro também destaca que a venda do seminovo não favorece apenas os lojistas e revendedores, “estimula uma cadeia produtiva que passa pelas lojas de autopeças, acessórios, oficinas mecânicas e de funilaria e pintura que são fundamentais para boas vendas e voltam a contratar mão-de-obra após um período de incertezas no mercado”.

Mais informações em https://www.assoveba.com.br/

Share.